Dra. Ana Paula Canto explica sobre alergias oculares no Tribuna da Massa

Postado dia 05 de outubro de 2017
por Clínica Canto
home blog Dra. Ana Paula Canto explica sobre alergias oculares no Tribuna da Massa

A oftalmologista ressaltou a importância de usar colírios somente com prescrição médica

Com a chegada da primavera, aumentam as crises alérgicas por causa da polinização das flores. A oftalmologista Ana Paula Canto foi uma das entrevistas do jornal Tribuna da Massa, da Rede Massa, para explicar sobre as alergias oculares, comuns nesta época. Confira a matéria. 



A primavera está aí e com elas os agentes que causam as alergias, como o pólen, por exemplo. Tem muita coisa que dá para fazer para aliviar os sintomas e até mesmo aliviar as crises. Mas é importante sempre consultar um médico. Os olhos também são vítimas das alergias da estação das flores. Nos consultórios, as queixas de irritação ocular costumam dobrar nessa época. 

Camile tem rinite e as crises causam inchação e coceira nos olhos. “Nas últimas semanas, quando o tempo estava muito seco,  ataca o olho seco também. Fica aquela sensação de ressecamento no olho, sensação de cisco e coceira, muita coceira”, revela Camile Triska.

Mas, atenção, colírio só com prescrição médica. “Sempre tem que consultar o oftalmologista para saber qual o tipo de colírio que é indicado para aquilo que o paciente está sentindo, pela causa da doença que ele tem. Principalmente, o corticoide não pode ser usado por conta própria, porque ele pode aumentar a pressão dentro do olho, causando glaucoma, podendo levar a uma cegueira irreversível, e pode causar catarata também”, alerta a oftalmologista Ana Paula Canto.  


Tags
primavera, alergias oculares, alergias, olho seco, irritação ocular, colírio